7 vezes que os jogadores de Fortnite foram longe demais - Sensei Cachaça

Destaques

Sensei Cachaça

Games, Animes, Notícias, investimento e humor garantido!!

terça-feira, 4 de setembro de 2018

7 vezes que os jogadores de Fortnite foram longe demais


Apesar de ter sido lançado no ano passado, Fortnite já se tornou um dos jogos mais comentados dos últimos anos. O modo Battle Royale do game conquistou milhões de jogadores — e, de quebra, alguns bilhões de dólares — com seu jeitão divertido e seus modos frenéticos.
E com tanta fama, é claro que apareceram aqueles jogadores que foram um pouquinho longe demais com seu amor (e vício) pelo game. Teve hacker sendo processado pela Epic Games, uma pobre televisão sendo destruída, pistas à la Mario Kart, bingo e mais maluquices. Então, reunimos aqui sete vezes em que algo bizarro aconteceu envolvendo o Battle Royale:

Hacker de 14 anos foi processado pela Epic Games

Um garoto de 14 anos, conhecido apenas como CR, foi banido 12 vezes de Fortnite por usar cheats — programas ilícitos para trapacear. Após o último banimento, a Epic Games abriu um processo contra o jogador por ter descoberto que ele estava ensinando outros jogadores a usarem cheats em seu canal no YouTube.
O estúdio não sabia a idade de CR na época, mas, mesmo após descobrir, seu posicionamento não mudou. O menino acabou sendo acusado de modificar ilegalmente o jogo, criar conteúdo derivado não autorizado e induzir os outros a trapacearem como ele. A pena, caso ele seja considerado culpado, não foi revelada.
A mãe do garoto tentou fazer a Epic desistir das acusações levantando quatro defesas, que foram todas refutadas. O processo foi aberto em outubro do ano passado e, por enquanto, continua em andamento.

Menina de nove anos preferiu Fortnite ao banheiro

Uma garotinha britânica de nove anos ganhou um Xbox de aniversário de seus pais no começo de 2018, mas eles não sabiam que esse seria o início de um vício descontrolável de sua filha por Fortnite.
Tudo começou com algumas horas de jogatina por dia, até que a menina não largava mais o Battle Royale e começou a ir mal na escola — suas notas caíram e ela cochilava em todas as aulas. E, em paralelo a isso, algumas transações estranhas estavam aparecendo mensalmente nos cartões de crédito dos pais: cerca de US$ 200 eram gastos todos os meses com microtransações na Xbox Live.
Com a reclamação dos professores e a constante aparição de gastos, os pais decidiram programar um horário de jogatina para a filha — e isso acabou piorando tudo.
A menina começou a falar agressivamente com seus pais e a jogar escondido durante as madrugadas. Para não perder tempo entre uma partida e outra, ela sequer ia ao banheiro quando sentia vontade e urinava nas próprias calças.
Os pais, então, perceberam que tinha que tomar atitudes mais drásticas e a colocaram na terapia para amenizar seu vício desenfreado.

Garoto deu uma cabeçada na mãe por confiscar seu PS4

Durante o programa de TV 60 Minutes, a australiana Britta Hodge relatou que seu filho, Logan, sempre foi muito viciado em jogos online, como Destiny, Ark e Call of Duty. Mas parece que seu vício recente em Fortnite ultrapassou um pouco os limites.
Ela relata que o garoto preferia ficar jogando a sair de casa, deixando seu quarto apenas para comer e ir ao banheiro. Quando ficou preocupada com a vida diária reclusa do filho, ela tentou confiscar seu PlayStation 4 — o que fez Logan lhe dar uma cabeçada e causar uma concussão.
Britta reclamou que a atitude agressiva do filho começou nos últimos meses e disse que ainda está atrás de um médico que possa ajudar no vício exagerado. Ela, no entanto, chegou até a comparar games com drogas.
“Um vício é um vício. Não importa se é em drogas, sexo ou jogos online. [O Logan] é um caso crônico. Nós já consultamos médicos e eles sempre dizem que nunca viram um caso tão crônico como este”, disse a mãe do garoto.

Garoto de 10 anos gastou R$ 6 mil com Fortnite

Jayden-Lee é um garotinho de dez anos que ama Fortnite. Até aí, tudo bem. Só que o amor cresceu tanto, que ele precisou comprar skins e armas do jogo com o cartão de crédito de sua mãe, Cleo Duckett — acumulando um total de quase R$ 6 mil gastos com as microtransações.
Ela só foi descobrir o que seu filho andava fazendo nos últimos meses, quando se deparou com sua conta bancária totalmente zerada — enquanto a pilha de boletos para pagar cresceu.
Ela contou que ficou completamente sem dinheiro e até seu banco se recusou a ajudá-la, respondendo que “os atos de seu filho são de responsabilidade sua”.
“Meu filho não sabia que era dinheiro de verdade — ele tem apenas dez anos. Ele usou o cartão de crédito escondido de mim, colocou os dados em seu Xbox e comprou vários conteúdos de Fortnite. Ele não tinha noção do que estava fazendo”, relatou a mãe de Jayden-Lee.

Garoto de 9 anos destruiu sua televisão

Zoe Godber relatou ao site britânico Cambridge News que seu filho de nove anos, Jacob, ficou completamente obcecado com Fortnite de uns meses pra cá. Segundo ela, o garoto joga cerca de seis horas todos os dias.
“Antes desse jogo aparecer, ele estava bem. Ele costumava jogar Roadblock [um game de puzzle], mas desde que Fortnite apareceu do nada, isso começou. Nada mais importava depois disso”, ela contou.
A mãe começou a ficar preocupada quando percebeu que quando ele não jogava, estava falando sobre o jogo ou vendo stream dele. Até que um dia, quando perdeu uma partida, Jacob destruiu a televisão com seu próprio controle.
Depois de quebrar a TV, o garoto ficou dias sem jogar — o que fez ele ficar estressado, agitado e chorando quase o tempo todo. A mãe, então, comprou uma nova televisão e a instalou em seu quarto.
“Eu não estou nem um pouco ansiosa para ver como será nas férias de verão”, disse Godber.

Jogadores montaram pistas de corrida pelo mapa

Claro que as maluquices envolvendo os jogadores de Fortnite não ficam apenas fora do jogo com os vícios, mas também dentro dele!
Com o modo temporário Playground, que era focado principalmente nas construções, várias pessoas se reuniram para montar pistas de corrida espalhados pelo mapa do Battle Royale.
Eles, então, apostaram várias corridas e gravaram elas, para  depois editarem com os efeitos visuais e sonoros da clássica franquia de Mario Kart. Veja:




Jogadores criaram um bingo do Fortnite (é sério)

Fortnite tem vários modos: o clássico Battle Royale, campanha e modos temporários. Mas os jogadores são insaciáveis, então eles inventaram o bingo (não) oficial de Fortnite.

Sim, é isso mesmo que você leu! Existe um bingo do jogo criado pelos fãs. A ideia consiste em procurar uma partida fechada do Battle Royale normal com o tema “bingo” e combinar com os jogadores de lá qual cartela eles vão usar — há inúmeras espalhadas pela internet.
A partida começa normalmente, só que, ao invés de se matarem até restar apenas um jogador, o ganhador, na verdade, é quem encontrar primeiro todos os itens que estiverem na cartela escolhida.
Quem encontrar, é só berrar o bom e velho“BINGO!” pelo headset, e garantir a vitória.

Essas foram as coisas mais bizarras que achamos, mas Fortnite ainda é bem novo, então provavelmente veremos mais maluquices de amantes do jogo por aí!

Fortnite está disponível gratuitamente para PC, Xbox One, PlayStation 4, Nintendo Switch, Android e iOS.


Fonte: Aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário